De Volta aos 15: a adolescente que você era, teria orgulho de quem você é hoje?

Adolescência é a fase que mais marca na nossa vida

De Volta aos 15 é uma série de seis episódios baseada no livro homônimo de Bruna Vieira, que acompanha Anita (Camila Queiroz/Maísa Silva), uma jovem que, à beira dos 30 anos, se vê rodeada das consequências das más escolhas que fez para a vida. Quando retorna para a cidade natal, no interior paulista, não aguenta relembrar as dores e mágoas que aquele lugar lhe provocou na adolescência e explode verdades na cara de todos. Quando bate o arrependimento, ela é transportada de volta para os seus 15 anos para tentar reverter as decisões que moldaram a sua vida.

Viagem no tempo é um recurso que todo mundo gostaria de poder, um dia, usar para voltar ao passado para viver novamente bons momentos e para consertar os ruins. De Volta aos 15 faz isso de modo certeiro ao resgatar uma época fresca na memória de muitos que, assim como Anita, podem estar em meio a uma crise existencial em uma idade que parece ser crucial para todos: os 30. Para os millennials, a idade carrega um peso diferente por conta das expectativas que foram criadas em relação às conquistas profissionais e pessoais. É difícil não se comparar com os pais, que nesta faixa etária, já tinham uma vida definida com filhos e a casa própria. Mas hoje em dia, os objetivos de cada jovem adulto que se forma são cada vez mais diferentes com a realidade daqueles que nos colocaram no mundo.

Onde foi que eu errei? 

Os 30 se tornaram os novos 20. Portanto, ainda estamos construindo a base da nossa vida que de definido, não tem nada. Por isso, Anita, ao acordar no seu presente, tem aquele choque de realidade ao se questionar: onde foi que eu errei? Quem nunca passou por isso, não é mesmo? Com a oportunidade de retornar ao passado, a personagem não se dá conta da alteração que influenciará lá na frente. A série, dirigida por Vivianne Jundi e Camila Magalhães, brinca com as diversas alternativas que proporcionam para a protagonista que a cada episódio, se vê embolada em uma nova aventura para melhorar a vida de todo mundo, sem se dar conta, que não está priorizando quem mais devia: ela mesma.

Neste momento, a série traz diversas reflexões fundamentais para Anita aprender a ter autoconhecimento, que se tornam a principal chave para ela finalmente amadurecer e ser capaz de assumir os seus erros. O que é um desafio e tanto quando se tem 15 ou 30 anos. Afinal, admitir certas coisas nem sempre é fácil. Por mais que seja cheia de boas intenções, o maior aprendizado de Anita é entender que não é possível ajudar todos e que cada um vai precisar passar por este mesmo caminho que está trilhando sozinho.

De Volta aos 15 vive pela gente a vontade de voltar ao passado e poder fazer a diferença na fase que mais deixa marcas – positivas e negativas – na nossa vida. De forma leve e querida, a série resgata aqueles sentimentos genuínos de quando tínhamos 15 anos e sonhávamos com o nosso futuro. O que é uma ótima oportunidade para pensar se a nossa versão adolescente estaria orgulhosa de quem somos hoje em dia.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s