Mulan chega para elevar o nível das live-actions da Disney

Liu Yifei é Hua Mulan na live-action da Disney

Em Mulan, Hua Mulan (Liu Yifei) é a espirituosa e determinada filha de um honrado guerreiro. Quando o Imperador da Chia emite um decreto que um homem de cada família deve servir no exército imperial, Mulan se disfarça de homem para assumir o lugar do seu pai doente e parte para combater os invasores que estão atacando a sua nação.

Mulan é um dos melhores exemplos de como um live-action pode ter sua própria identidade sem ser uma cópia da obra original, ao mesmo tempo que não perde a essência, é claro, da sua origem. O filme dirigido por Niki Caro preocupa-se em ser uma história empoderadora para as mulheres se orgulharem de serem quem são.

Ao colocar Hua Mulan como a heroína que precisa esconder quem ela realmente é, o filme traz à tona uma opressão conhecia no universo feminino e que a mulher precisa se conter, seguir protocolos para ser aceita em uma sociedade. Caso contrário, ela é julgada como uma aberração por ser diferente e excluída por causa disso.

Xian Lang (Gang Li) é o exemplo da mulher que não seguiu as regras impostas pela sua comunidade e passou a ser vista como algo fora do normal por não esconder os seus verdadeiros dons. Por isso, ela logo definida como uma Bruxa e posta ao lado de outros vilões da história. Mas Xian Lang e Hua Mulan são muito mais parecidas do que esperam.

O antagonismo de Mulan é a parte mais fraca e sem imaginação do live-action. As motivações dos vilões ainda são banais e não provocam qualquer tipo de sentimento para o momento, seja o medo, revolta ou até mesmo uma empolgação dependendo da entonação do personagem. Falta ousadia e tempero neste setor vilanesco nos filmes da Disney. Parece que o estúdio sente receio em ser criativo com estes personagens.

Mesmo tendo o selo Disney, Mulan se diferencia dos demais live-actions por tratar a protagonista com maturidade e dialogar com os debates do feminino atual. Niki Caro não recorreu aos tradicionais alívios cômicos e interesses amorosos, e mostrou como uma personagem feminina deve ter um final feliz de forma independente e respeitosa.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s