O Lado Bom Da Vida (2013)

tumblr_inline_mzk57xZM0x1qf2gibPat Solitano Jr. perdeu absolutamente tudo na vida: sua casa, o emprego e a esposa. Deprimido, ele vai parar em um sanatório, onde fica internado por oito meses. Ao sair, Pat passa a morar com os pais e está decidido a reconstruir sua vida, o que inclui retomar o casamento, passando por cima de todos os problemas que teve. Entretanto, seu novo plano muda por completo quando ele conhece Tiffany, uma garota misteriosa que também tem seus problemas. É ela quem consegue fazer com que Pat mais uma vez se reconecte com a vida. Fonte: AdoroCinema

Não dei muita confiança ao filme O lado bom da vida, quando vi o trailer mês passado. E não entendia o porque de sua indicação ao Globo de Ouro, SAG e ao Oscar para a atriz Jennifer Lawrence. Não que eu não dê valor a sua performance, apenas achei o filme normal, apenas pelo trailer. Ainda bem que me enganei.

O filme começa logo com a saída de Pat, (Cooper) do sanatório acompanhado da mãe, decidido que tudo voltará a ser como era antes. Pat aceita numa boa o motivo pelo qual seu casamento acabou, mas ele não vai desistir de reconquistar sua ex-mulher. Tiffany aparece quando sua irmã (Julia Stiles) e o marido, amigo de Pat, dão um jantar para que os dois se conheçam. Daí nasce dois cúmplices que adoram falar a verdade um para o outro. Não há papas na língua e muito menos vergonha para escândalos.

O filme dirigido e escrito por David O. Russel (O vencedor) não te deixa pegar no sono. A cada nova cena é uma ação nova e que te envolve porque tu não sabe o que vai acontecer. Uma história inteligente que nos faz rir sem ofender e sem ser bobinho. Bradley Cooper está muito bem como o bipolar Pat, surpreendendo e deixando de lado um pouco o galã que estamos acostumados. Divide suas cenas com Robert de Niro e Chris Tucker, que está muito hilário. Suas cenas são as melhores. Jennifer Lawrence mereceu todos os seus prêmios pela sua atuação. Tiffany está realmente está p*** da vida, mas Pat aparece para ser seu melhor escape da vida que levava.

Pra quem não sabe, o diretor fez esse filme especialmente para seu filho que sofre de uma doença mental e escreveu essa história como uma homenagem. Isso nos mostra que há sempre um lado bom da vida para todos.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s